A deflação é reflexo da crise econômica

11/07/2017


O IBGE divulgou na última sexta-feira, 07/07, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) que registrou uma deflação de 0,23% no mês de junho. A redução do índice acontece, pela primeira vez, em 11 anos, sendo o resultado mais baixo para o mês de junho desde o início do Plano Real. Segundo o professor de economiada Faculdade Mackenzie Rio, Marcelo Anache, a deflação é reflexo da crise econômica e da queda do preço de alimentos, dos imóveis, da conta de luz e transporte.

"Com a recessão econômica, os brasileiros deixam de consumir. Com a procura menor, a tendência é que os preços tenham uma queda. Além disso, apesar da queda da inflação, o consumidor ainda não vai sentir a diferença nas prateleiras dos supermercados porque a redução foi bem pequena", explica o professor.

Segundo ele, por outro lado, a deflação pode ter impactos negativos na economia: "Como os consumidores estão consumindo menos, haverá um prejuízo para os vendedores e, consequentemente, uma pior a na receita final das empresas, o que provoca demissões e até mesmo o fechamento", analisa.